Últimos assuntos
» Megadrive 3 tectoy liga e não aparece imagem
Qui Jul 21, 2016 4:45 pm por Odin

» consoles emuladores hoje em dia
Qui Jul 21, 2016 4:37 pm por Odin

» Como fazer uma fonte universal para video games
Ter Jul 12, 2016 12:13 pm por bru_rick

» hello apresentação
Seg Jun 27, 2016 1:54 pm por KleberJax

» [Tópico oficial] Assuntos políticos
Dom Jun 12, 2016 7:59 pm por KleberJax

» Hello World.
Dom Jun 12, 2016 7:22 pm por KleberJax

» Saturno não quer ler jogos e discos Me ajudem.....
Qui Jun 02, 2016 5:11 pm por Gudi021

» The Legend of Oasis BR
Seg Maio 30, 2016 5:30 pm por Master Uchiha

» Mega drive 1 Japonês sem som
Sex Maio 20, 2016 8:28 pm por dierry

» Sega Cd com leitor "batendo"
Qui Maio 19, 2016 9:15 pm por Odin

Parceiros
Coloque nosso banner em seu blog copiando o conteúdo da caixa de texto.
Forum SEGA Forever

Museu dos games antigos
Colares PSX Fan
B-Mark Database
Login

Esqueci minha senha


[Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Edi (FZ2D) em Seg Out 01, 2012 10:12 pm

Esse review foi o primeiro que fiz para Dreamcast e foi feito especialmente para o site Zeegamers Cool
Com a ausencia do material que necessito para o Edi (FZ2D) Retro Reviews, resolvi ajudar o Ronaldo e equipe, e assim, contribuir também comigo mesmo para não enferrujar e continuar aquecido pra quando conseguir adquirir o material necessário para o padrão que propuz para os reviews do meu blog.

Este review esta de acordo com o padrão do site Zeegamers Very Happy


DreamCast | Phantasy Star On-line



No mundo atual dos games, vemos muito as pessoas falarem sobre jogar online, fazer disputas, baixar DLCs e tudo mais. Essa tecnologia começou na sétima geração certo?
Errado. O que muita gente não sabe, é que esse tipo de tecnologia já existia muito antes dela se difundir e se tornar tão popular, e em 2000 surgia o primeiro RPG online para consoles de mesa com disputas, modo massivo e DLCs. Mas qual console iniciou toda essa tecnologia que se tornou tão comum hoje em dia? A resposta é Dreamcast!
Em dezembro de 2000, foi lançado no Japão o primeiro jogo de RPG online para consoles de mesa. Desenvolvido pela Sonic Team e publicado pela Sega, Phantasy Star Onlie, ou carinhosamente conhecido como PSO, fez uma verdadeira revolução e iniciou boa parte do que conhecemos no universo dos games hoje em dia. Sua primeira versão logo deu as caras no ocidente em janeiro de 2001, e em Setembro do mesmo ano, a Sega lançou uma revisão que trazia novos níveis de dificuldade, novos itens e alguns bugs corrigidos com o nome de Phantasy Star Online Ver. 2.

Com seu planeta devastado, a Aliança das Nações resolve organizar um êxodo em massa da população para um outro planeta, ainda por ser descoberto. Para isso eles constroem uma grande nave-colônia chamada Pioneer 1. Depois de algum tempo, Pioneer 1 encontra o planeta Ragol, e manda sinais positivos para a aliança, que segue com uma segunda nave-colônia, a Pioneer 2. Porém, quando a segunda nave atinge a órbita de Ragol e tenta entrar em contato com as pessoas que já estavam na superfície do planeta a algum tempo, uma grande explosão acontece, fazendo com que todas as pessoas da Pioneer 1 desaparecessem.
Quando as pessoas na Pioneer 2 presenciam a explosão em Ragol, o líder da colonia manda para a superficíe do planeta um time de Hunters, ou caçadores, para descobrir o que aconteceu. A investigação começa pela área próxima ao centro de comando da Pioneer 1, na floresta, segue por uma caverna, um sistema de mineração automatizado e por fim, ruínas de de uma antiga nave espacial imensa. Durante o caminho, os Hunters encontram animais mutantes, robôs e muitos outros inimigos.
Enquanto tentam descobrir o que aconteceu, os hunters seguem as mensagens deixadas por “Red Ring Rico”, uma Hunter de Pioneer 1 que já havia passado pelos mesmos lugares antes e deixou mensagens de aviso para aqueles que fossem pelo mesmo caminho. Red Ring Rico encontrou a fonte dos monstros que destruíram Ragol, apenas para ser engolida por ela, chamada Dark Falz, uma entidade que seria a personificação do mal.

Quando se inicia o jogo pela primeira vez, o jogador escolhe uma classe específica, cada uma com suas habilidades especiais e características e depois cria o personagem a seu gosto. São infinitas as criações dos personagens, desde altura, cor da pela, roupas, cor do cabelo e tudo que se possa imaginar. Após isso, você está la, de cara com o líder da colonia espacial Pioneer 2 e ele lhe explica a situação. É aí que o jogo começa.
Dizem que jogos online morrem, mas não é o caso de PSO. Os servidores oficiais da Sega foram desativados em 2004 e após isso, alguns grupos mantém até hoje servidores independentes que funcionam por meio de doações para que ainda seja possível jogar online, mas não é esse fato que faz com que PSO não morra. Além do conhecido modo online que o jogo carrega em seu título, PSO também tem o modo offline, que é aonde rola o Story Mode propriamente dito. O modo offline, corre com quests que são serviços que você pega no Hunters Guild, aonde se ganha dinheiro e experiência. Com isso você vai avançando no jogo e entendendo melhor a sua história, e quando eu falei de DLCs, sim, isso existe em PSO. Na Hunters Guild, existem quests que você pode fazer download para jogar no modo offline, e outras que só são possíveis jogar online e em equipe, e pra quem não curte RPGs de turno ou mesmo da saga clássica de Phantasy Star, pode experimentar PSO a vontade, pois, a perspectiva do jogo é em RPG/Ação em um universo 3D.



Phantasy Star Online traz as belezas que o Dreamcast podia fazer. Temos aqui, além de Pioneer 2, mais quatro ambientes que são muito bonitos e ricos em detalhes, os inimigos são muito bem elaborados e alguns herdados da séries clássicas e as texturas realmente são muito bem feitas e suaves. O jogo traz um show de luzes e efeitos de transparência com uma excelência fora do comum até a época do jogo.



PSO tem uma linda trilha sonora com músicas realmente marcantes. Cada ambiente do jogo traz uma trilha sonora com uma variação, isso é, as vezes esta tudo tranquilo e você esta explorando um local vazio, quando de repente começam a aparecer os inimigos e a mesma música toma um tom de ação. Cada chefe tem sua própria música e quando se escuta ela, se lembra do chefe. São músicas que realmente ficam na cabeça e te fazem lembrar do momento do jogo em que ela toca, sem contar os ótimos efeitos sonoros dos monstros, das armas e das explosões.



Jogabilidade é algo indiscutível. Os comando estão muito bem distribuídos no controle e são muitos. Você pode configurar os comandos da forma que quiser, colocando ataques, magias e itens, e não estou falando de uma configuaração pré-determinada como vemos na maioria dos jogos. Os três botões de ação (A,B e X) são livres para que possam ter duas configurações, pois quando se aperta o L, ele mostra a segunda lista de comandos, lembrando que PSO tem jogabilidade de RPG/Ação e todos os comandos são determinados para que sejam de uso rápido. O botão Y é usado para o teclado, pois no modo online você pode se comunicar com os outros jogadores. Quando se esta lutando, a defesa pode rolar automaticamente, pois, quando se esta a uma certa distancia do alvo, o personagem entra em modo de batalha, mas independente disso, qualquer comando ou ataque pode ser utilizado a qualquer momento, exceto quando se está em Pioneer 2.



Um dos fatores engraçados de PSO, é que após um tempo, o jogo se torna um tanto repetitivo, principalmente quando você começar a revisitar os locais aonde já passou, ou quando as quests do Hunters Guild passam a fazer você ir sempre para o mesmo local, mesmo assim, você não para de jogar. Quando se termina o jogo em PSO Ver. 2, é aberto um novo nível de dificuldade aonde você inicia da mesma forma que terminou o jogo anterior, com os mesmo itens, armas e mesma quantidade de dinheiro. Ainda assim, você começa tudo de novo como se já não tivesse feito tudo aquilo.
Em poucas palavras, além de PSO não morrer, ele não enjoa!



Phantasy Star Online para Dreamcast, é um jogo que mesmo com o passar dos anos, não envelheceu e continua com o ar de moderno. Traz um ótimo grau de dificuldade, tem ótimos gráficos, jogabilidade esplêndida e é extremamente viciante. Um jogo que vale a pena ter na estante pois sempre será revisitado mesmo com o passar dos anos.
Phantasy Star Online foi o per cursor dos RPGs online para os consoles divisor de águas do mundo dos games, aonde passamos a jogar em grupo sem sair de casa ou sem a presença dos amigos.
Sem dúvida alguma, um jogo muito a frente de seu tempo!


Endereço da matéria na web

Por favor, compartilhem o review pelo facebook, twitter e a porra toda falow :cool:

Edi (FZ2D)
Fanático
Fanático

Mensagens : 4256
Data de inscrição : 08/01/2010
Idade : 31
Localização : São Paulo/Zona Leste

http://www.edireviews.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Turassi em Ter Out 02, 2012 9:20 am

Muito bom!

Uma dúivida: É possível jogar off ou somente online?

Turassi
Ativo
Ativo

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 27
Localização : Joinville/SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Edi (FZ2D) em Ter Out 02, 2012 4:55 pm

Turassi escreveu:Muito bom!

Uma dúivida: É possível jogar off ou somente online?

Você não leu o review né :cool:
O modo offline é aonde corre o story mode.

Edi (FZ2D)
Fanático
Fanático

Mensagens : 4256
Data de inscrição : 08/01/2010
Idade : 31
Localização : São Paulo/Zona Leste

http://www.edireviews.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Ronaldo em Ter Out 02, 2012 9:43 pm

Realmente muito boa a análise, o jogo, e, de novo, agradeço ao Edi pela bela contribuição. Smile

Ronaldo
Ativo
Ativo

Mensagens : 107
Data de inscrição : 04/05/2011
Idade : 34

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Turassi em Qua Out 03, 2012 7:03 am

Edi (FZ2D) escreveu:
Turassi escreveu:Muito bom!

Uma dúivida: É possível jogar off ou somente online?

Você não leu o review né :cool:
O modo offline é aonde corre o story mode.


De fato não...kkkkkkkkkkkkkkkkkk, foi mal. Obrigado pela resposta Edi

Turassi
Ativo
Ativo

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 27
Localização : Joinville/SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Edi (FZ2D) em Qua Out 03, 2012 5:28 pm

Ronaldo escreveu:Realmente muito boa a análise, o jogo, e, de novo, agradeço ao Edi pela bela contribuição. Smile

Obrigado pelo apoio Very Happy

Turassi escreveu:De fato não...kkkkkkkkkkkkkkkkkk, foi mal. Obrigado pela resposta Edi

:cool:

Edi (FZ2D)
Fanático
Fanático

Mensagens : 4256
Data de inscrição : 08/01/2010
Idade : 31
Localização : São Paulo/Zona Leste

http://www.edireviews.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Phantasy Star Online [Dreamcast]

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:25 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum